BLOG    26/09/2009
Diário de bordo

Marcelo Sarkis e Mônica Reolon, alunos de jornalismo da Famecos, contarão neste blog suas experiências como intercambistas em Paris. Longe de casa, os jovens estudantes vão falar um pouco sobre a vida de um estudante brasileiro na Cidade Luz e dar dicas para quem pretende fazer uma viagem como essa um dia. O material dessa dupla vai ir ao ar neste espaço todas as quartas-feiras. Appréciez bien!


Paris                                                                
                                                       17.09.10
por Marcelo Sarkis e Mônica Reolon

Uma semana. Faz exatamente uma semana que chegamos a Paris. Quando embarcamos em Porto Alegre, no dia 12 de setembro de 2010, não tínhamos uma exata dimensão do que nos esperava. Não que tenhamos uma noção agora, mas pelo menos já colocamos os pés no chão e olhamos em volta: Paris está aqui, ao nosso alcance.

Para as pessoas que ficaram em Porto Alegre, parece que essa semana passou voando. Pois a nossa impressão é que moramos aqui faz tempo. Dois jovens perdidos na cidade-luz, cheios de energia e vontade de conhecer tudo, eufóricos com a possibilidade de passar seis meses num mundo à parte, famintos por aprender a língua mais charmosa do planeta e, ao mesmo tempo, conscientes da importância histórica da capital francesa e pacientes o suficiente para enfrentar todos os museus que encontrarem pela frente.

Esses somos nós. Mônica e Marcelo, direto de Paris.

Curiosidades e aprendizados da primeira semana:

1.Num fuso horário de cinco horas a mais que o Brasil, nós acordamos todos os dias depois do meio-dia (menos na sexta-feira, quando alguns amigos brasileiros vieram nos visitar).

2. Nunca faça um rancho em um supermercado longe de casa – carregar sacolas de 20 quilos durante meia-hora não é nada agradável, e traz dores na coluna no dia seguinte. Nós não tínhamos um mapa em mãos e simplesmente decidimos entrar num mercado que parecia barato. Só não calculamos a distância até em casa. Detalhe: tinha um na esquina do nosso apartamento.

3. Tomar café em Paris pode ser charmoso, mas é carésimo. Por isso, é bom apreciar cada gota dessa bebida sagrada (o mais barato até agora custou dois euros).

4. O principal jornal do país, o Le Monde, utiliza sempre a data do dia seguinte em que ele vai às bancas. Isso acabou nos confundindo um pouco.

5. Querer compartilhar os momento únicos vividos aqui com as pessoas queridas que ficaram no Brasil é um sentimento inevitável. Cada elemento diferente da cidade remete à algum amigo ou parente.

6. Pegar várias vezes a mesma linha do metrô, comprar pão na mesma boulangerie ou caminhar pelas mesmas ruas faz com que nos sintamos como locais. Na nossa cidade natal, sempre buscamos fugir da rotina. Aqui, pelo menos nesses primeiros dias, a rotina é fascinante.

Quer saber mais? Então acompanhe a rotina destes dois também pelo blog Vivre Paris!

 
 
 Veja também:
      Projeto MiniCurtas, da RBS, está com inscrições abertas
      Período de matrículas para 2013/1 começa na segunda-feira (7)
      Portal Eu Sou Famecos de cara nova
      Espaço Experiência participa de 3º Colóquio de Agências Experimentais
      Famecos anuncia mudanças nos cargos de gestão
 Ver todas as notícias
 
 voltar ao topo
 
« Voltar para a página anterior
Av. Ipiranga, 6681 - Prédio 7 - Sala 106
Partenon - Porto Alegre/RS - CEP 90619-900
Fone 51 3320.3569 r. 4121 - espacoexperiencia@pucrs.br